Queijo da Canastra | Reginaldo Fazenda Campo Belo
58529
single,single-portfolio_page,postid-58529,qode-core-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,canastra child-child-ver-1.0.0,canastra-ver-1.3, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,transparent_content,grid_1300,blog_installed,wpb-js-composer js-comp-ver-4.9.2,vc_responsive

Reginaldo
Fazenda Campo Belo

Seja qualquer uma das milhares de fazendas espalhadas por serrotes, espigões, baixadas ou chapadas da Região do Queijo da Canastra, em todas elas, o “capricho” é um ingrediente fundamental para a produção de uma peça do curado amarelinho.
Na fazenda de Reginaldo e Eliana, em Medeiros, não precisa nem passar perto da casinha de queijo para perceber isso. Da porteira ao jardim na varanda; do pé de jambo ao presépio ou do vaso de flor à bicicleta, tudo ali exala capricho. São flores, bonecos e lindas palavras pintadas à mão por todos os cantos.
Assim como qualquer outro artesão do Queijo da Canastra, Reginaldo não se nega a contar parte importante da sua receita: o gado bom de leite cru é de raça que aguenta o pasto de serra; são tantos litros de leite para uma peça de queijo; o pingo deve ser tirado a tal hora do dia; a cura boa mesmo se chega com tantos dias de descanso do queijo.
Agora, pede o Reginaldo ou qualquer outro caboclo para contar qual a dose de “capricho” para cada peça de Queijo da Canastra. Ninguém diz! Vai para sete palmos debaixo da terra, mas não desembucha essa medida.
E ainda tem gente achando que o “capricho” não é o segredo deste bendito queijo…

Telefone:

( 37 ) 98836-1790

Enviar e-mail:

reginaldopimenteira@gmail.com

Distância:

13km de distância do centro urbano